Canetas Odontológicas

Canetas Odontológicas – Como abrir uma empresa de manutenção de canetas odontológicas

Os dentistas são os principais clientes de uma oficina de manutenção de canetas odontológicas, como são chamados os equipamentos utilizados para movimentar as brocas.

O empresário, além de ter afinidade com a área odontológica,  deve possuir noções de manutenção elétrica, de mecânica de precisão e frequentar cursos de especialização oferecidos pelos fabricantes afim de ficar por dentro das novidades tecnológicas que as canetas odontológicas vêm recebendo ao longo do tempo.

A clientela é exigente quanto à qualidade e prazo de entrega.

Para não deixar o cliente esperando por muito tempo, o ideal é possuir um estoque disponível de canetas odontológicas.

Outro ponto importante é investir em um sistema rápido de entregas dos produtos nos consultórios odontológicos para atender pedidos de ultima hora.

O mercado vem crescendo (10% ao ano) e possui demanda também em cidades do interior.
Não só as canetas podem ser reparadas. O empreendedor pode especializar-se em outros equipamentos existentes em um consultório: sistemas pneumáticos, cadeiras ou compressores.
O Ideal é manter um pequeno estoque de equipamentos para emprestar ao cliente.
O preço deve ser competitivo e vantajoso em relação ao equipamento novo.

Investimento em equipamentos e instalações: R$ 500 (ferramentas para mecânica de precisão, manômetro e multímetro). Exige ainda: telefone, fax, celular e área de 15 m²

Capital de giro: R$ 5.000 / Faturamento médio mensal: R$ 5.000
N° mínimo de pessoas trabalhando: 1 (o dono)
Risco: MÉDIO

Compartilhe
  


Um comentário em “Canetas Odontológicas

  1. Moro em Araraquara interior de SP mas nao acho curso voltado pra area de manutencao em canetas odontologicas aqui na regiao ..alguem pode me ajudar ?
    Grato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *