Como abrir um comércio de frios e laticínios

Comércio de frios e laticínios - Como abrir um comércio de frios e laticínios

Como abrir um comércio de frios e laticínios

Comércio de frios e laticínios

Para iniciar um comércio de frios e laticínios, é necessário reunir o máximo de informações sobre o mercado e sobre os produtos que pretende comercializar, já que esse tipo de negócio apresenta vantagens, mas também riscos.
Entre as vantagens, destacam-se: investimento baixo, retorno rápido (de seis meses a um ano), tamanho da loja (40 m2), linha de produtos diversificada (frios, conservas e bebidas).
Os riscos concentram-se na sazonalidade dos derivados do leite, conservação de produtos perecíveis, concorrência com supermercados e dificuldade de negociação com fornecedores.
O investimento inicial inclui capital de giro para o estoque inicial de dois meses, além da formação de um fundo para o pagamento de despesas eventuais.
O faturamento mensal vai de R$ 6 mil a R$ 10 mil, com uma lucratividade de média de 12%. Os custos fixos não devem chegar a R$ 2 mil.
Depois de instalada, será preciso diversificar a oferta de mercadorias. É sempre bom levantar informações sobre a clientela, tentando identificar os hábitos de compra e preferências.
Para a abertura, é preciso os seguintes registros: Junta Comercial, Secretaria da Fazenda, inscrição na prefeitura apresentando o contrato social e o de locação do imóvel devidamente registrado em cartório, alvará da vigilância sanitária e registro no INSS.
Deve-se verificar ainda as exigências quanto à localização e ao alvará de funcionamento.

Investimento Inicial

R$ 20.000,00 a
R$ 30.000,00

Área/Espaço Mínimo 40 m2

Custo Fixo Mensal

Aluguel Imóvel
Água,Luz,Telefone
Retirada dos sócios

Equipamentos necessários

Telefone
Balcões
Freezer
Geladeiras
Expositores
Móveis

Compartilhe
  


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *