Como abrir uma fábrica de gelo

Fábrica de gelo

Como abrir uma fábrica de gelo

Os meses de maior movimento em uma fábrica de gelo são dezembro e janeiro, período quente e de muitas festas.
Outro detalhe é que o cliente não marca hora para comprar o produto. Assim, quem for investir nesse segmento deve planejar uma estrutura capaz de suprir a demanda e ter disposição para trabalhar além do expediente e em fins de semana.

No inverno, as vendas chegam a cair 85%.
Nesse período é ideal buscar nichos alternativos, como empresas químicas e até construtoras, que utilizam gelo na massa do concreto.

A principal matéria-prima para uma fábrica de gelo é a água. Claro que não poderá ser uma água em estado natural, tem que ser devidamente tratada, filtrada, visando atingir os patamares requeridos pela legislação inerente a produção de gelo.

A água para produção de gelo para uso humano deverá ser preparada, segundo os parâmetros microbiológicos, químicos e radioativos
atendam à Norma de Qualidade de Água para Consumo Humano.

É preciso seguir normas rígidas de higiene e qualidade e solicitar alvará da Secretaria de Vigilância Sanitária, no caso de produzir gelo alimentício.
A empresa pode manter freezers com sua marca em pontos de conveniência. Mas deve ter uma boa logística para abastecê-los.

Fábrica de gelo

O que você precisa saber para abrir uma fábrica de gelo ?

Na definição da localização do empreendimento deverá ser considerado a proximidade aos pólos de grandes consumidores, por
exemplo: bares, lanchonetes, padarias, restaurantes, sorveterias, peixarias, frigoríficos, hotéis, etc. Possivelmente não será encontrada
toda essa gama de segmentos empresariais reunidos em uma única região ou bairro, no entanto são pontos referenciais que devem ser
avaliados conjuntamente a demanda dos pequenos consumidores que são as pessoas físicas (residências).

O local a ser definido deverá ser dotado de estacionamento próprio, ou que tenha nas proximidades estacionamento rotativo, buscando
facilitar o acesso da clientela.

O candidato a empresário no segmento de fábrica de gelo deve entrar neste negócio consciente de que terá que estar presente tempo integral, devendo atentar que seu desprendimento com horário, inclusive aos sábados, domingos, feriados, dia e noite, pois o consumidor normalmente não tem horário para se interessar pelo consumo de gelo.

Pessoal

Uma Fábrica de Gelo precisa de profissionais que exerçam as funções de administrador, encarregado de fabricação de gelo, ajudante de carregamento de carga, representante comercial e motorista.
É possível terceirizar o serviço de motorista. O empreendedor deve avaliar o custo / benefício da terceirização. Para amenizar os custos iniciais com folha de pagamento, convém optar pela contratação de uma equipe enxuta. É possível começar com cinco pessoas, desde que os cinco profissionais reúnam as competências necessárias para tocar o empreendimento.

Investimento em equipamentos e instalações: R$ 90.000 (máquina de gelo industrial de pequeno porte, câmara frigorífica, máquina para ensacar e seladora).
Exige ainda: telefone, fax, utilitário adaptado para transporte de perecíveis e fábrica de 80 m² de área instalada.
Capital de giro: R$ 30.000 / Faturamento médio mensal: R$ 10.000
N° mínimo de pessoas trabalhando: 5 (o dono ou administrador, 1 Vendedor, 2 para a produção e 1 entregador)
Risco: ALTO

Compartilhe
  ,


Um comentário em “Como abrir uma fábrica de gelo

  1. Pingback: Como abrir uma fábrica de gelo ? | Webmundi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *