fbpx

Restauração de fibra de vidro

Restauração de fibra de vidro – Como abrir uma empresa de restauração de fibra de vidro

Para abrir uma empresa de restauração de fibra de vidro, o empreendedor precisa entender de laminação, além de ser projetista, pois uma empresa que restaura tem condições de desenvolver peças utilizando os mesmos equipamentos.
É preciso jogo de cintura para pesquisar e se adaptar a novos nichos de mercado.

A resina de fibra de vidro é um material semi-sólido feito com uma combinação de fibra de vidro e resina, sendo amplamente utilizada como agente de reforço. Esse tipo de resina industrial é uma substância semi-sólida que contém as propriedades necessárias para servir de base a outros materiais.

O uso mais comum para a resina de fibra de vidro é na reparação e restauração de barcos de carros e motos. Vale lembrar que os técnicos de manutenção de automóveis são treinados de modo adequado para o uso e manuseio com segurança e eficácia deste produto. A resina feita de fibra de vidro é um suprimento também conhecido como polímero reforçado com fibra ou plástico reforçado com vidro.

Outros exemplos da utilização da fibra de vidro são piscinas, jet skis, guaritas de segurança, quiosques, caiaques, pedalinhos e caixas eletrônicos.
Por isso, a clientela potencial é diversificada : vai de indústrias petroquímicas, siderúrgicas e náuticas a laboratórios, clubes e parques, o que exige um plano cuidadoso de marketing, com visitas periódicas a clientes.

Investimento em equipamentos e instalações: R$ 2.500 (compressor de 200 libras, retífica, lixadeira, furadeira, picotadeira e pistola de pintura)

Capital de giro: R$ 8.000 / Faturamento médio mensal: R$ 10.000
N° mínimo de pessoas trabalhando: 3 (o dono e 2 laminadores)
Risco: Alto

Compartilhe
  


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.