Serviço de som e luz

No começo, as atividades de serviço de Som e luz podem se concentrar em casamentos e aniversários, que requerem investimentos menores. Mas à medida que o empresário passa a comprar equipamentos mais potentes, o ideal é conquistar clientela no mundo dos shows.

Ao contrário do que ocorre em quase todas as atividades ligadas a festas, nesse ramo a demanda não se concentra no fim de ano. Nas férias, as cidades de turismo, especialmente no litoral, fervem durante toda a temporada, tendo o carnaval como ponto alto do verão.
O empresário terá trabalho o ano todo, se souber ir atrás dos clientes.
Para se manter atualizado com as novas tecnologias, é preciso visitar feiras de iluminação e som, comuns no exterior.
A divulgação pode ser feita em listas classificadas ou revistas especializadas em shows.

Investimento em equipamentos e instalações: R$ 43.000 (mesa de som com 16 canais, 8 caixas acústicas, 4 amplificadores, 3 microfones e 1 mixter). Exige ainda: veículo utilitário, telefone, fax, computador e depósito de 100 m²

Capital de giro: R$ 5.000 / Faturamento médio mensal: R$ 10.000
N° mínimo de pessoas trabalhando: 4 (o dono, 1 motorista, 1 carregador e 1 técnico de som e luz)
Risco: Médio

Compartilhe
  


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *